CONTRIBUIÇÃO DO COACH – O investimento no seu comportamento pode fazer a diferença no mundo do trabalho – por Claudio de Almeida Neto

Hoje a coisa mais fácil para um profissional, seja qual for a sua área, é ter acesso às informações que podem oferecer-lhe um constante aprimoramento técnico. Pode ser que faça alguma diferença no desenvolvimento de sua profissão/carreira. Porém existe um elemento fundamental que separa o profissional excelente do comum, e esse elemento é o comportamento. É aqui começa o filtro profissional, e na vida também.

Se você quer criar um diferencial, agregar valor e gerar uma vantagem competitiva no mundo do trabalho, faça uma reflexão sobre esses seis pontos que eu vou listar agora.

Eu costumo avisar que sou muito cauteloso com os títulos ou relações que prometem coisas mirabolantes. É obvio que fórmulas mágicas não existem. Os 25 passos “disso” podem ser maiores do que suas pernas alcançam; as 50 formas “daquilo” podem não caber na sua vida ou ainda pode ser que você não possua o conhecimento mínimo necessário para, nesse momento ter os 75 hábitos das galáxias que elevarão você ao nível superior estratosférico (de onde eu tirei isso?). Porém, eu ofereço esses pontos de atenção na tentativa de que você tenha um insight ou uma sacada que faça você AGIR na direção que deseja. Pode ser quer isso ocorra em todos ou em apenas um. Se for assim, já alcancei minha meta de contribuição.

Lei, reflita e tire deles o melhor que puder, para você. Aproveite e, quendo, responda às perguntas que vou lhe ofereço para, quem sabe, você realizar uma autoavaliação. Vamos lá!

1º. Há os comportamentos que são vistos como essenciais em todo e qualquer relacionamento profissional, e pessoal também. Aqui vou relacionar os que, segundo minhas pesquisas, estudos e entrevistas surgiram com os mais requisitados (ordem alfabética): compaixão, comunicação, coragem, criatividade, ética, fidelidade, gratidão, humildade, inovação (que não é criatividade, lembre-se), justiça e prudência.

Oferecer essa relação como definitiva seria uma forma reducionista de tratar de assunto tão importante, porém, se você se avaliar bem nesses quesitos, certamente já tem ponto a seu favor no mundo do trabalho.

Aqui lhe ofereço um exercício simples e rápido. Avalie-se, projete uma evolução e diga como vai fazer para sair de A para B. Agora preencha a ficha e entre em ação.

 

2º. Será que você ainda encontra, em seu interior, aquela criança que tanto fez questão de esconder nos últimos tempos? Ser maduro, em sua opinião, seria uma forma de ser mais bem avaliado pelas outras pessoas, principalmente no mundo profissional. Só que não!

Na verdade eu estou falando da criança que sempre quer aprender e se descobrir, lembra? Aquela que não tinha medo de perguntar, pesquisar, saber além do óbvio. Será importante se você conseguir fazer renascer essa criança, que vai lhe oferecer os comportamentos de desenvolvimento pessoal e alegria. Lembra-se de como você era feliz na sua infância? Pois é, vamos fazer isso voltar?

Responda: O que foi que você aprendeu ontem? E na semana passada? E no mês passado?

3º. Eu tenho percebido que três palavras têm sido muito usadas quando se fala em sucesso na profissão/carreira. Não se assuste, mas elas são as seguintes: planejamento, planejamento e planejamento. Tem muita gente que, por falta dessas palavras, tem embarcado na onda do Zeca Pagodinho e fica cantando assim: “deixa a vida me levar, vida leva eu”. O detalhe é que esses versos só funcionaram para uma única pessoa, o Zeca Pagodinho, que tem muito sucesso e ganha muito dinheiro com eles. Mas tenha certeza de uma coisa, mesmo o Zeca, cantor e compositor de muito sucesso, fez com que sua carreira tivesse um crescimento vertiginoso porque usou, muito bem, o planejamento. Pode ter certeza disso. Ele, saiba, não seguiu o que diz a letra da música. Não mesmo! Planejou e foi firme nos seus objetivos, usando suas forças, talentos, valores e outros predicados que o conduziram até sua meta.

Responda: Qual é seu planejamento para o dia de amanhã? Quais são as três coisas mais importantes para fazer amanhã? E na semana que vem? E no mês que vem?

4º. Nosso valor não é apenas o que nós sabemos que somos. Nosso valor, principalmente, é aquilo que os outros sabem que nós somos. Você já fez uma análise de como é que as pessoas vêm você? Como elas entendem seu comportamento? E sua postura profissional?  A forma com que se veste, como fala com outras pessoas (subordinados, pares e superiores) e como trata suas predileções. Você precisa ter esse termômetro para saber se você é visto como um verdadeiro colaborador da empresa e das pessoas . Se a organização e as pessoas podem, verdadeiramente, contar com você nos momentos de dificuldade, pessoal ou organizacional. Em contra partida, com esse conhecimento claro para você, vai saber se a sua atitude vai ter o eco necessário, quando você for buscar o auxílio.

Responda: Quais são seus três valores principais? Qual foi a ultima vez que fez uso deles? Como as pessoas com as quais você lidou perceberam isso? Qual foi o feedback que recebeu delas?

5º. Um dos conceitos de liderança é saber influenciar outras pessoas para que elas ajam de forma a alcançarem, um determinado objetivo. Então lá vai sua pergunta de avaliação pessoal: você sabe liderar? Melhor, sabe liderar a si próprio, mais do que aos demais colaboradores? Essa pergunta tem que ser feita porque não há liderança de equipe sem que haja liderança pessoal. No século XXI estamos assistindo uma exagerada busca pelo líder ideal. Pessoas que conduzam os destinos de outras pessoas para que essas, alterando seus comportamentos, promovam uma rápida transformação que gere beneficio, principalmente para a organização. Se você responder sim para a autoliderança, possivelmente, aplicando suas habilidades pessoais, vai desenvolver os hábitos mantenedores de sua empregabilidade. A chance é muito grande, acredite!

Responda: Qual foi a ultima vez que se liderou para alcançar o seu objetivo? Como foi que se comportou para superar-se e chegar onde queria? Qual foi o resultado?

6º Aqui vou oferecer a ultima etapa de sua reflexão, por enquanto.  Pergunte-se: você é parte do seu time? Mesmo tendo uma função de conduzir os destinos das pessoas, você sabe jogar com eles? Tem certeza de que está vestindo o mesmo uniforme de jogo? Você e todo o pessoal que está ao seu redor possuem os mesmos objetivos? É sua a maior responsabilidade e incumbência pela vitória? Ou sua convocação para o campo de jogo é só para cumprir tabela? Qual é sua avaliação sobre a importância da sua presença para que o time jogue bonito e saia vitorioso?

Respondeu às perguntas? A avaliação é positiva ou você vai ter que passar por uma manutenção comportamental?

E vou ficando por aqui.

Minha atividade profissional requer que eu mantenha estudo, pesquisa e busque muita informação sobre profissão e carreira. Com isso acabo por ter conhecimento sobre as necessidades organizacionais com relação aos profissionais requisitados pelo mercado.

O que tenho visto, apesar de toda a crise, é que existem muitos empresários e recrutadores declarando a carência de bons profissionais para as vagas de emprego que oferecem. Ainda há, acreditem, vagas para recolocação profissional em aberto no Brasil e, segundo os administradores, e eu acredito neles, com pouca gente qualificada para ocupá-las.

Se você fosse um desses recrutadores, com a autoavaliação que você fez agora, você se contrataria para uma das vagas? Sim ou não?

Fica aqui minha sugestão para você refletir sobre seu posicionamento dentro do mundo do trabalho.

Aceite meu abraço e desejo-lhe muita saúde para alcançar todos os seus objetivos.

Sinceramente,

Claudio de Almeida Neto – Coach de Carreira

 

Você vai me encontrar também em:

https://www.linkedin.com/in/coachdecarreiraclaudioneto

https://www.facebook.com/CoachParaMudar/

 

Compatilhe este conteúdoShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Quero inspirar pessoas. Quero que um dia alguém olhe para mim e diga: "por sua causa, eu não desisti." Meu nome é Claudio de Almeida Neto, eu sou Coach.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *